Saúde

Sinais, Sintomas e Tratamento dos Tumores Cerebrais

Os sintomas de tumor no cérebro dependem do tamanho, da velocidade de crescimento e da localização do tumor que, apesar de poder surgir em qualquer idade, costuma aparecer principalmente após os 60 anos.

Normalmente os tumores cerebrais benignos, como o meningioma ou o glioma, crescem devagar e nem sempre precisam de tratamento, pois muitas vezes o risco da cirurgia é maior que os malefícios do tumor.

No entanto, quando os tumores são malignos, crescem rapidamente e podem afetar várias regiões do cérebro. Essas células cancerosas também podem surgir como metástase de outros focos de câncer, como câncer de pulmão ou de mama. Para diferenciar, veja os sinais de aneurisma cerebral.

Sintomas de tumor no cérebro

Sintomas gerais

A presença de tumor no cérebro, independente da região que afeta, costuma causar sintomas como dor de cabeça, visão turva e embaçada, convulsões, náuseas, vômitos, falta de equilíbrio, alterações no humor e no comportamento, dormência ou fraqueza em uma parte do corpo, apatia e sonolência.

No entanto, é importante lembrar que esses sintomas também podem ser causados por outras doenças, como enxaqueca, esclerose múltipla e derrame cerebral, sendo necessário procurar o médico para identificar a causa do problema.

Sintomas específicos por região afetada

Além dos sintomas gerais, o tumor no cérebro pode causar sintomas específicos que variam de acordo com a região afetada, como mostrado a seguir:

Sintomas de tumor cerebral no lobo frontal

  • Dificuldade para movimentar as pernas ou braços;
  • Sensação de formigamento no corpo;
  • Dificuldade para manter a atenção;
  • Alterações frequentes de humor e até personalidade.

Sintomas de tumor cerebral no lobo parietal

  • Alterações no tato, com dificuldade para sentir quente ou frio;
  • Dificuldade para nomear um objeto;
  • Dificuldade para distinguir o lado direito do lado esquerdo;
  • Perda de coordenação motora.

Sintomas de tumor cerebral no lobo temporal

  • Perda gradual da audição;
  • Dificuldade para compreender o que lhe é dito;
  • Problemas de memória;
  • Diminuição do interesse sexual;
  • Dificuldade para reconhecer rostos familiares;
  • Comportamento agressivo.
Principais sintomas de acordo com a localização do tumor cerebral
Principais sintomas de acordo com a localização do tumor cerebral

Sintomas de tumor cerebral no lobo occipital

  • Alterações na visão, como visão embaçada ou pontos negros na visão, por exemplo;
  • Dificuldade para identificar cores;
  • Dificuldade para ler ou escrever.

Sintomas de tumor cerebral no cerebelo

  • Dificuldade para manter o equilíbrio;
  • Perda da capacidade para coordenar movimentos precisos, como apertar um botão;
  • Dificuldade para andar;
  • Tremores ou náuseas.

Diagnóstico

Na presença de um ou mais desses sintomas, deve-se procurar o médico para fazer exames mais específicos de diagnóstico, como a ressonância magnética ou a tomografia computadorizada, pois quanto mais cedo o problema for diagnosticado, mais fácil e eficiente será o tratamento.

Além disso, se algum nódulo for detectado no exame, mas não tenha ficado claro se é maligno ou benigno, o médico pode pedir uma biópsia do tumor para que as células sejam avaliadas no laboratório, confirmando ou não a presença de câncer.

Tratamento para tumor cerebral

O tratamento para tumor cerebral, normalmente, é iniciado com cirurgia, sob anestesia geral, para retirar o máximo de tecido do tumor, sem danificar o tecido saudável do cérebro.

Durante a cirurgia, é comum que o neurocirurgião retire uma pequena amostra do tumor cerebral para enviar para o laboratório de forma a confirmar se o tumor é maligno ou benigno.

Após a cirurgia, podem ainda ser utilizados outros tratamentos que tentam destruir as células tumorais restantes, principalmente em caso de tumor maligno, e que incluem:

  • Quimioterapia para tumor cerebral: são utilizados remédios citotóxicos, como Carmustina ou Temozolomida, diretamente na veia ou na forma de comprimido que ajudam a destruir células tumorais. Este tipo de tratamento pode destruir também células saudáveis, provocando efeitos colaterais como náuseas, vômitos, queda de cabelo, cansaço ou diarreia, por exemplo;
  • Radioterapia para tumor cerebral: utiliza radiação, do tipo raio-x ou raio gama, que é direcionada sobre o cérebro e que ajuda a evitar o desenvolvimento do tumor. Normalmente, este tipo de tratamento é feito 5 dias por semana durante 2 a 7 semanas e pode provocar efeitos colaterais semelhantes à quimioterapia;
  • Radiocirurgia para tumor cerebral: semelhante à radioterapia, mas é feito apenas 1 vez com um raio de maior intensidade e focado apenas na área afetada do cérebro. Este tipo de tratamento só pode ser utilizado em alguns tipos de tumor cerebral.
  • Remédios corticoesteroides: são comprimidos frequentemente usados para reduzir o inchaço cerebral provocado pelos outros tipos de tratamento. No entanto, também podem ser tomados para destruir células tumorais em casos de tumores benignos de pequeno tamanho, por exemplo.

O tratamento varia de acordo com o tipo de tumor cerebral, mas, na maior parte dos casos, é recomendado fazer a combinação de vários tipos de tratamento, especialmente, em tumores cerebrais malignos. Por isso, o tempo de tratamento depende da gravidade e do tipo de tumor cerebral.

Após o tratamento para tumor cerebral, os pacientes podem ficar com sequelas, como hemiplegia, dificuldade na fala ou problemas de visão, caso partes saudáveis do cérebro sejam afetadas, prejudicando o seu funcionamento. Porém, pode ser feita reabilitação, através de fisioterapia ou terapia da fala, por exemplo, que ajudam a diminuir as sequelas.

Sinais de melhora do tumor cerebral

Quando o tratamento é feito de forma adequada podem surgir sinais de melhora que incluem diminuição dos sintomas apresentados e diminuição do tamanho do tumor.

Sinais de piora do tumor cerebral

Os sinais de piora do tumor cerebral são mais comuns em casos de tumores cerebrais malignos ou quando o tratamento não é feito e incluem o surgimento de outros sintomas relacionados com várias regiões do cérebro, assim como agravamento dos anteriormente apresentados.

Deixe um comentário

X