Pernambuco

Secretaria de Saúde do Estado apresenta protocolo de oferta de hormônio para transexuais

Proposta vai garantir remédios hormonais gratuitos pelo Governo para mulheres trans que já tiverem realizado a cirurgia de mudança de sexo

No Dia Internacional do Orgulho LGBT, uma grande novidade para a população transexual foi lançada na manhã desta terça-feira (28) na Secretaria de Saúde do Estado, no bairro do Bongi, Zona Oeste do Recife. Foi apresentado oficialmente o protocolo de oferta de hormônio para mulheres trans transgenitalizadas, ou seja, que já fizeram a cirurgia de mudança de sexo.

A ideia é que a partir do ano que vem seja disponibilizada para essas mulheres toda a medicação necessária, gratuita pelo Governo. A previsão é que o protocolo seja lançado até o final do ano. Também hoje, dezenas de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros se reuniram na Secretaria para participar do lançamento da campanha para testagem do HIV em trans e travestis. O objetivo é dialogar diretamente com a população de travestis e transexuais e incentivar a comunidade a realizar a testagem para o vírus, além de reforçar a cidadania e os direitos humanos, especialmente relacionados ao acesso à saúde.

A campanha começa na próxima sexta-feira (1º) e vai fazer a testagem em cinco pontos itinerantes do Recife, sempre a partir das 17h. A diretora da ONG AHF Brasil, Cristina Raposo, que organiza o ato junto à Secretaria, conta que a mensagem vai estar espalhada por todas as unidades de saúde do Estado, e os profissionais devem ser sensibilizados para promover um tratamento com respeito e dignidade.

Fabianna Mello vai ser uma das mulheres trans beneficiadas pela proposta do Governo.

Apesar de não haver dados específicos em Pernambuco sobre Aids na população de travestis e transexuais, foram notificados 1.390 casos da doença em homens homossexuais e bissexuais na Secretaria de Saúde do Estado, entre os anos de 2010 e 2015. Além disso, foram registrados 50 casos em mulheres homossexuais e bissexuais, totalizando 1440 casos nesse público, com idade a partir dos 13 anos. Saiba mais no flash de Clarissa Siqueira:

Deixe um comentário

X