Região

Polícia investiga primeiro caso possivelmente ligado ao jogo Baleia Azul em Pesqueira, no Agreste de PE

(Imagem Ilustrativa) Foto: Reprodução/Google

A polícia iniciou uma investigação na tarde desta quarta-feira (26) de suposto caso do jogo baleia azul em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco.

De acordo com informações um adolescente estaria participando do jogo a algum tempo já estando no nível (42) faltando oito dias para concluir. Quando sua mãe percebeu os cortes nos braços e na perna do adolescente a dois dias, e foi aconselhada a prestar queixa da delegacia local da cidade.

O adolescente confirmou o envolvimento no jogo e informou que teria pedido a um amigo um tablet emprestado ao qual estava sendo utilizado para a ação e onde ele guardava a lâmina que era usada para os cortes.

A Polícia apreendeu o tablet e estão investigando o caso e se existem outras pessoas participando do jogo na cidade.

Entenda o Jogo Baleia Azul

O jogo da ‘Baleia Azul’, que propõe 50 desafios aos adolescentes e sugere o suicídio como última etapa, preocupa pais, alunos e professores no Brasil. O que atualmente está sendo conhecido como “jogo” na verdade é uma sequência de troca de mensagens em redes sociais e tarefas a serem cumpridas. Nas conversas, um grupo de organizadores, chamados “curadores”, propõe 50 desafios macabros aos adolescentes, como fazer fotos assistindo a filmes de terror, automutilar-se desenhando baleias com instrumentos afiados em partes do corpo e ficar doente.

Foto: Reprodução/Google

Deixe um comentário

X