Brasil

Marcas de papinha para bebês têm consumo proibido pela Anvisa

Foto: Reprodução/Google

Seis marcas de papinhas para bebês foram proibidas de serem fabricadas, distribuídas, vendidas e utilizadas para crianças por falta de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A determinação foi publicada pelo órgão nesta segunda-feira (19). Veja abaixo a relação dos lotes proibidos e comente no fim da matéria.

Segundo a Anvisa, os alimentos proibidos são industrializados para uso direto ou empregados em preparo caseiro, utilizados como complemento do leite materno de lactentes de seis a doze meses de idade incompletos e crianças de primeira infância, entre os 12 meses e 3 anos.

As restrições foram aplicadas pelo fato dos alimentos serem infantis, portanto, de registro sanitário obrigatório na Anvisa.

Veja abaixo os alimentos proibidos e as respectivas empresas fabricantes.

Produtos

Exceção

Marca

Empresa

Cremes, Papinhas, Purês e Pratos prontos (fases 1, 2, 3 e júnior)

Pratinho Cheio

Silvia Henrique da Silva dos Santos

Papinhas fase 1 (+6 meses) e Papinhas fase 2 (+9 meses)

Sopinha de peito de frango, feijão branco e espinafre

Gourmetzinho

Gourmetzinho Alimentos para Bebês Eireli

Papinhas e Comidinhas

Da Hortinha

Da Hortinha Alimentação Infantil Ltda

Sopas sem pedaços (a partir do 6º mês), sopas com pedaços (a partir do 9º mês) e Comidinhas (a partir de 1 ano)

Prapapa

Monica Viotto Godinho, nome fantasia Pra-Pa-Pa Alimentos Ltda

Sopinhas, Comidinhas e Lanchinhos

Semente do Bem

Semente do Bem Alimentação Infantil Ltda

Papitta 1ª Fase (a partir de 6 meses), 2ª Fase (a partir de 8 meses) e Sobremesas (a partir de 6 meses)

Papitta

Papitta Alimentação Ltda

 

Deixe um comentário

X