Pernambuco

Jovens são baleados durante tentativa de assalto no Metrô do Recife

Um jovem de 20 anos morreu e um adolescente ficou ferido durante uma tentativa de assalto na Estação Imbiribeira, da Linha Sul do Metrô do Recife, por volta das 20h30 desta terça-feira (6). De acordo com a Polícia Civil, os dois eram os suspeitos do assalto e um terceiro envolvido conseguiu escapar. Parentes ficaram sabendo da situação ao receber fotos do corpo feitas por passageiros pelo WhatsApp. Os tiros foram disparados por um passageiro ainda não identificado. Os agentes constataram que o revólver dos suspeitos era de brinquedo.

Depois dos tiros, vítimas do assalto, revoltadas, gritavam e agrediam com tapas e chutes o suspeito que ficou ferido no chão do vagão enquanto o corpo do outro seguia estendido no local.

O rapaz que morreu foi identificado como Antony Bezerra de Oliveira Filho. A esposa dele foi ao local ainda na noite desta terça. Desesperada, Joyce da Silva, 29 anos,  auxiliar de cozinha, afirmou que o marido era um homem trabalhador, que vendia pipoca e água no metrô e não estava metido no crime. Eles não tinham filhos juntos, mas ela tem um filho, enteado dele.

O adolescente baleado,14, foi levado ao Hospital da Restauração, no bairro de Derby, na área Central da capital pernambucana. Testemunhas contam que o estado de saúde dele não é tão grave, já que ele conseguia falar no momento em que chegou à unidade hospitalar. Segundo informações de familiares, ele é de Camaragibe, mora com a mãe lá. Os parentes não souberam dizer se ele estuda ou se já foi detido antes.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) foram acionados e a estação foi isolada, com a linha bloqueada no sentido Cajueiro, mas funcionando normalmente em direção ao Centro. O local ficou muito sujo de sangue.

O delegado Antônio de Campos também foi ao local e colheu as informações preliminares, mas ainda não se sabe quem irá investigar o caso. Segundo o chefe de segurança do metrô, Hildebrando Sales, já foram solicitadas as imagens de segurança da estação para tentar identificar o atirador. Como o trem é de um modelo antigo, não há câmeras dentro do vagão.

Violência
O crime acontece cinco dias após uma mulher também ter sido assassinada dentro do Metrô do Recife, no mesmo trecho. Na ocasião, criminosos tentaram roubar a bolsa de Edilene Maria da Silva, de 39 anos. A vítima reagiu e foi atingida na cabeça quando a composição estava trafegando entre as estações Imbiribeira e Largo da Paz.

Deixe um comentário

X