TV

Homenagens marcam o final de “Velho Chico”

Último capítulo vai ao ar hoje e deve render tributos aos atores Domingos Montagner e Umberto Magnani.
A novela “Velho Chico” (Globo) chega hoje ao fim. A trama das nove enfrentou altos e baixos ao longo de sua trajetória e termina prometendo muita emoção, mas poucas surpresas em sua história. A morte de dois atores – Domingos Montagner e Umberto Magnani – deve ser lembrada no desfecho, que reserva redenções, mortes, casamentos e, claro, homenagens.
Para terminar a novela sem Domingos Montagner, a direção colocou os atores contracenando com a câmera, como se o espectador observasse tudo pelo ponto de vista de Santo. E no último capítulo, Tereza (Camila Pitanga) vai se casar com o amor de sua vida e ajudará o filho, Miguel (Gabriel Leone), a cumprir a sua missão nas terras de Grotas.
Já casados e longe da aflição de serem irmãos, Olívia (Giullia Buscaio) e Miguel tiram seus sonhos do papel, com filhos e terras produtivas. “A minha torcida era para que a Olívia não sofresse. Imagine a dor dessa menina, com esse amor avassalador que não podia ser vivido”, afirma a atriz Giullia Buscaio, que viveu seu primeiro papel de destaque na televisão. “A Olívia seguirá comigo para o resto da vida. Fazer “Velho Chico” me modificou para sempre”, define a atriz.
Além de finais felizes, alguns personagens terão a sua redenção, como Luzia (Lucy Alves). Depois de ajudar Beatriz (Dira Paes) a se eleger prefeita, ela seguirá um novo caminho. “Luzia passou a vida inteira, de uma forma errônea, tentando estar perto da sogra e das filhas. Causou sofrimento a alguns e mentiu. Depois de um tempo, ela viu que havia forçado a barra. Eu acredito que o recomeço na vida dela só é possível se afastando um pouco daquele lugar e daquelas pessoas. Mas ela não perderá o amor da família por isso“, explica a atriz Lucy Alves.
Já o coronel Afrânio (Antonio Fagundes), que passou os últimos capítulos em conflito e cheio de arrependimentos com a morte do filho Martim (Lee Taylor), terá uma virada.

Com o desejo de ser um homem melhor, ele corre atrás de Iolanda (Cristiane Torloni) e denuncia os políticos corruptos da cidade, história que culminará na morte do vilão Carlos Eduardo (Marcelo Serrado).

 

Deixe um comentário

X