Região

Criança se assusta com fogos e cai em fogueira em São Bento do Una

Número de queimados que deram entrada no Hospital da Restauração já é maior do que o mesmo período do ano passado

Assustado por causa de uma bomba de São João, um menino de cinco anos, correu e caiu dentro de uma fogueira. Um homem teve a mão parcialmente destruída depois de soltar um rojão, que estava com o filho.

Esses são apenas dois dos 17 pacientes que deram entrada na unidade de queimados do Hospital da Restauração, desde o dia 21 de junho. O número já é maior do que no ano passado. Em 2015, entre os dias 21 e 25 de junho, a unidade hospitalar, centro de referencia nesse tipo de atendimento, recebeu 16 pacientes com grandes queimaduras.

O chefe do setor de queimados do HR, o cirurgião Marcos Barreto, destaca que a falta de atenção e cuidado são os principais colaboradores para os acidentes. “A gente fica triste quando vê que foi exatamente nos pontos que a gente tocou com mais ênfase, que é o acendimento e cuidados com as fogueiras e os artefatos de alto teor explosivo, que provocaram as lesões mais graves”.

Deixe um comentário

X