Cultura

Artista caruaruense faz obras de arte com objetos encontrados no lixo, exposição no Sesc Ler até dia 30

Foto: Fernando Márcio/BJF

Com mais uma iniciativa do projeto “Vias da Arte” a exposição do besouro Mangangá, do artista plástico Vona Vallente, carrega em seu contexto a reflexão da ecologia e do papel da reciclagem no mundo contemporâneo das artes. As obras compostas pela excelência de identidade personificadora de Vona chamam a atenção pela simplicidade do material utilizado (pedaços de galhos, troncos e outras indumentárias descartadas pela industria e comércio) e a sua concepção é atribuída a cultura popular e a personagens desta. Vona Vallente iniciou sua carreira artística a 23 anos, escrevendo literatura de cordel, um livro de contos e também compôs musicas de forró pé de serra, participando de festivais de musicas regionais e atualmente faz esculturas com madeira. Ele construiu seu ateliê com produtos encontrados no lixo, utilizando em seu trabalho objetos recicláveis compostos por metais, colares e adereços diversificados. Todos possuem olhos, oferecendo aspecto de vida ao material inanimado.

A exposição do besouro Mangangá foi um sucesso e está aberta ao público gratuitamente até dia 30/12/2015 no Sesc Ler Belo Jardim.

Deixe um comentário

X