Belo Jardim

Alunos da rede pública de Belo Jardim que viajarão para Portugal pelo projeto ‘Era uma Vez… Brasil’

Foto: Reprodução/Google

Nesta quinta-feira (10/08), serão anunciados os nomes dos 20 alunos da rede pública do município que viajarão para Portugal no mês de novembro.

Percorrer os caminhos da corte portuguesa antes da chegada ao Brasil. Este o roteiro do intercâmbio cultural que será oferecido gratuitamente a cerca de cinquenta alunos participantes da ​quarta edição do ‘Era uma Vez… Brasil’. O projeto, de arte-educação voltado para adolescentes do oitavo ano da rede pública municipal de ensino contemplará três estados: Bahia, São Paulo e Pernambuco, no município de Belo Jardim.

Em 2016, oitenta alunos selecionados para o intercâmbio cultural em Portugal puderam explorar locais como o Museu Nacional dos Coches, o Picadeiro Real, o Palácio Nacional de Mafra, o Palácio Nacional e os Jardins de Queluz, acompanhados pelo escritor Laurentino Gomes, apoiador do projeto. “Desde que fui apresentada ao projeto e levei para meus alunos, a resposta deles foi unânime, todos quiseram participar. Preparamos o ambiente escolar para que todos se sentissem capazes e estimulados e passamos a nos dedicar às aulas com uma nova didática e nos debruçamos então sobre a elaboração de Histórias em Quadrinhos. Têm sido gratificante ver a turma empenhada e unida, conta a professora da Escola Tomás Alves, Maria Aparecida Vidal Santos.

​ETAPAS// O projeto

tem três etapas: capacitação dos professores de História, ​campus dos estudantes​ (etapas já realizadas) e a viagem, em novembro, quando os estudantes terão a oportunidade de percorrer os caminhos da corte portuguesa antes da chegada ao Brasil em um intercâmbio cultural em Lisboa – Portugal. ​

Este ano, o número de estudantes inscritos em todo o país foi quatro vezes maior do que em 2016. “O projeto vem se consolidando e criando uma rede extremamente importante para o desenvolvimento dos jovens, professores e comunidade. O resultado é o reconhecimento das nossas raízes, a valorização da nossa identidade e o respeito pela diversidade”, explica Marici Vila, diretora executiva da Origem Produções.​ ​

INTERCÂMBIO// Serão dez dias em Lisboa – Portugal, vivenciando experiências e refazendo os caminhos que a família real e a corte portuguesa percorreram antes da chegada ao Brasil, em 1808. Além das visitas, o grupo de adolescentes irá apresentar o curta metragem produzido na segunda etapa do projeto e divulgar o livro de HQs junto às escolas e locais visitados. O projeto tem patrocínio da Baterias Moura, e apoio cultural da Embaixada de Portugal no Brasil, da Embaixada Brasileira e do Instituto Camões de Cooperação e da Língua. A realização é da Origem Produções.

Em Belo Jardim, o Projeto é promovido pelo Instituto Conceição Moura (ICM) que atua no município com um trabalho de alto alcance social, voltado ao desenvolvimento de crianças e jovens do município, atuando em três áreas: Educação e Transformação Social, Arte e Cultura e Meio Ambiente. “O Projeto Era uma Vez o Brasil foi incorporado à programação do ICM por estar alinhado ao seu propósito maior e ao seu objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação pública no município”, explica Brenda Braga, coordenadora executiva do ICM.

Origem Produções// A Origem Produções é uma empresa de consultoria e gestão de projetos criativos, com vocação consolidada para atuar em diversas áreas, como cultura, educação, sustentabilidade, esporte e responsabilidade social. Fundada em 2007, a empresa desenvolve, atualmente, trabalhos em todo o país e soma experiências no exterior. Com uma equipe capacitada e constantemente atualizada sobre as exigências legais e tendências nas diferentes áreas de atuação, a produtora vem se destacando no mercado e conquistando a confiança de clientes e parceiros com transparência. Seus serviços, alinhados às estratégias de negócios e de comunicação das empresas, ampliam o relacionamento com a comunidade e colaboradores, além de dar visibilidade às políticas corporativas. Como interface entre artistas e patrocinadores, a Origem propicia o acesso à cultura, a interação social e o desenvolvimento humano.

Grupo Moura e Instituto Conceição Moura (ICM)// Com 59 anos e uma capacidade de produção superior a 7 milhões de baterias por ano, atualmente o Grupo Moura possui seis plantas industriais, dois centros técnicos e logísticos avançados e mais de setenta centros de distribuição comercial no Brasil, na Argentina e no Uruguai, além de distribuidores parceiros no Paraguai, atendendo assim todo o Mercosul. Atualmente, é uma das maiores fornecedoras de baterias para a frota de veículos em circulação na América do Sul, conquistando prêmios internacionais de qualidade das montadoras Fiat, Ford, GM, Mercedes-Benz e Volkswagen. O Instituto Conceição Moura (ICM) é uma organização privada, sem fins lucrativos, idealizada e mantida pelo Grupo Moura, que desenvolve projetos sociais nas áreas de educação e transformação social, meio ambiente e arte e cultura, incentivando o engajamento de crianças, jovens e adultos com vistas ao desenvolvimento de seu potencial e atuação como agentes de transformação social. Esses projetos são realizados em parceria com o poder púbico e organizações privadas que atuam em prol da educação e de mudanças sociais que melhorem a qualidade de vida da população.

Assessoria de Comunicação

Deixe um comentário

X