Musica

Alcymar Monteiro diz que foi ‘expulso do São João de Caruaru’ há três anos

Um dia após a programação do São João 2016 de Caruaru ter sido divulgada, o cantor cerearense Alcymar Monteiro afirma que ha três anos é “expulso injustamente” da festa junina na “Capital do Forró”, no Agreste de Pernambuco. O cantor, que tem uma agenda com 30 shows marcados para o período junino, diz que a “administração cultural e a Secretaria de Cultura estão cometendo um crime hediondo ao descaracterizar o São João”.

Entramos em contato com a assessoria da Fundação de Cultura – por email – mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.

Em entrevista concedida por telefone nesta sexta-feira (27), o artista falou que é cidadão de Caruaru – devido a um título recebido – e se considera “renegado” no município. “Eu quero cantar em Caruaru. É o palco iluminado do São João do Brasil, assim como Campina Grande. Isto acontece [o não convite] por um desconhecimento musical, cultural, além de uma pitada de interesse financeiro e maldade da parte de quem contrata”.

Ele explicou que não é procurado pela Fundação de Cultura de Caruaru. “Ninguém liga nem pergunta. Essa grade [de programação] deve ter sido feita por algum maldoso. Procuro razão e não encontro”. Alcymar – que canta sucessos de Gonzaguinha e já gravou com Luiz Gonzaga e Marinês – já se apresentou por 24 anos no São João de Caruaru.

Alcymar Monteiro atribui o não convite para os festejos juninos em Caruaru à falta de preservação da tradição de São João. “Como pode dar R$ 500 mil a uma pessoa que não tem nada a ver com a festa e uma merreca para um artista? Foram artistas da minha geração que deram a contribuição para o São João de Caruaru ganhar a projeção nacional que tem hoje. Se acabar o São João, Caruaru vai ficar com o quê? É preciso preservar o São João e a Feira de Caruaru”, afirmou.

 

Deixe um comentário

X