Belo Jardim Histórico

Dona Cotinha abriu alas para Mulheres na política de BJ

Por Cibele Santos

Maria das Mercês Oliveira,a Dona Cotinha, como era conhecida, nasceu em Belo Jardim no ano de 1918 no destrito de Cavalo Morto.Cumpriu o que mandava a sociedade da época quando determinava que a mulher deveria casar e dá filhos ao seu esposo,quando casou no ano de 1938.Porém ser Esposa e Mãe não foram empecilhos que fizeram Dona Cotinha deixar de lutar pelos ideais aos quais acreditava, entre eles sua paixão pela política. E foi movida por essa paixão que quebrou paradigmas ao se tornar num período extremamente machista a Primeira Vereadora de nossa Cidade, no ano de 1963 e em 1977, tendo concluído os dois mandatos.

Destacou-se não só por ser Mulher num ambiente tipicamente e predominantemente Masculino,mas por desenvolver obras sociais voltadas para as necessidades da Mulher pobre, sendo decisiva no projeto que veio a construir a Maternidade e a construção de casas populares em bairros carentes como o Bom Conselho. Suas ações diante da sociedade da época a fizeram ser vista como uma Mulher forte e solidária, resultando nisso que muitas crianças órfãos foram deixadas na porta de sua casa, onde a mesma as encaminhou a famílias adotivas, isso devido ao fato de Dona Cotinha transitar em todas as partes da sociedade da época,também criou além de seus filhos, parentes e afilhados.

A História de Dona Cotinha é também uma História que inspira outras Mulheres belo-jardinenses a lutar com punhos firmes e fortes pra defender direitos adquiridos por ela em outrora. Pois ela enxergou que a política era o caminho que ela tinha naquele momento pra ocupar um espaço que lhe daria condições de lutar por melhorias para as mulheres daquele tempo.

 

Deixe um comentário

X